Por Alessandra Espanha

Dentro do universo fashion o design da superfície têxtil é percebido cada vez mais como um dos itens que segue tendências sazonais além dos shapes, cores e materiais.

Por mais vanguardista que seja o seu estilo basta repararmos ao nosso redor, as ruas estão dominadas por estampas florais e animais além de padronagens xadrezes. (Para os mais antenados e moderninhos me refiro a constante presença dos florais liberty, animal e paisley prints, além de snake skins).

É possível notar como o design da superfície têxtil agrega maior valor aos produtos de moda, além de ter o potencial de proporcionar a diferenciação tão almejada pelos mais diversos tipos de público que escolhem as estampas e padronagens das roupas que compram de acordo com o que pretendem transmitir através do seu estilo de se vestir.

Alguns desses efeitos conseguidos na superfície dos tecidos, seja por meio da estamparia ou na própria tecelagem, são de extrema importância para a moda, não só por comunicar a individualidade dos sujeitos, mas também por serem capazes de contar séculos de história que hoje são revisitados.

Quando falamos em estampas que podem adornar a superfície do tecido de um produto de moda logo nos lembramos de diversos temas como florais, geométricos, animais, étnicos e abstratos. Já os padrões clássicos encontrados nos tecidos podem ser representados pelos xadrezes, listras, cashmeres, tweeds, olhos-de-perdizes, riscas-de-giz e poás.

Na sessão de hoje uso as estampas exclusivas da FARM que podem ser encontradas na melhores boutiques.

[new_royalslider id=”486″]

Deixe uma resposta

For security, use of Google's reCAPTCHA service is required which is subject to the Google Privacy Policy and Terms of Use.

I agree to these terms.