Apartamentos e casas de pequenas dimensões têm sido uma tendência em grandes cidades do mundo e essa realidade já chegou ao interior também. A mudança de estilo de vida, aspectos culturais e questões demográficas, populacionais e econômicas são alguns dos aspectos que influenciam na determinação e escolha destes espaços.

“O desafio de um apartamento pequeno está em otimizar o lugar ao máximo e atender as necessidades dos moradores”, explica a professora do curso de Arquitetura e Urbanismo, do Centro Universitário Módulo, Monica Melhado. Ela listou as principais dicas de soluções para esses ambientes estreitos.

O ponto inicial para uma boa solução é o estudo e planejamento dos espaços, definindo onde ficará cada ambiente e o layout. Evite espaços com divisões, integrando sempre que possível todos os ambientes.

Com o desenvolvimento tecnológico, o uso de eletrodomésticos compactos e móveis de design multifuncionais e mutáveis, é possível otimizar os espaços e obter maior flexibilidade dos ambientes, como, por exemplo, camas dobráveis, que podem ser guardadas em armários, ou mesas retráteis.

O uso de superfícies claras é o ideal para ambientes pequenos. Um apartamento onde as cores do piso são claras, paredes integram o ambiente, dão a sensação de maior amplidão e continuidade. O ideal é que seja utilizado apenas um tipo de piso em todo o imóvel. Caso sejam de materiais diferentes, recomenda-se pisos de mesma tonalidade para não haver quebra da harmonia e proporcionar a sensação de maior amplitude ao espaço. As superfícies claras também favorecem a distribuição da luz no ambiente tornando-o mais agradável, atendendo as necessidades visuais do usuário e tornando o ambiente mais eficiente energeticamente.

O uso de espelhos, assim com o uso de transparências, são bons artifícios para ampliar visualmente os ambientes. Quando utilizados em toda a superfície, além de valorizar o espaço, temos a sensação de continuidade. Os espelhos podem ser utilizados em toda a superfície, ou em detalhes.

Linhas horizontais em móveis, tapetes, prateleiras e aberturas alongam visualmente os espaços pequenos. O uso das linhas horizontais em cômodos com pé direito alto, torna-os mais aconchegantes. Porém, é necessário ter cuidado com ambientes de pé-direito baixo, pois as linhas horizontais, quando marcantes, passam a sensação de achatamento.

Já as linhas verticais conferem ao ambiente uma impressão de pé-direito mais alto. A leveza dos móveis é fundamental, seja na estrutura esbelta, no uso de cores claras, ou nos materiais utilizados.

Superfícies móveis podem ser utilizadas para dividir espaços, tornando o ambiente flexível, permitindo compartimentá-lo quando se deseja maior privacidade, ou abrir para uma integração dos espaços e maior ventilação. Portas de correr também são ótimas opções para não perder espaços.

Depois de todas essas dicas, agora só falta escolher os móveis com os melhores designs na Lounge Interiores e deixar a casa bonita, aconchegante e moderna.

Longe Interiores
(35)3221.7792
Av. Princesa do Sul, 901 | Varginha

Acompanhe dicas, novidades e promoções pela nossa fanpage.

 

[new_royalslider id=”46″]

Deixe uma resposta

For security, use of Google's reCAPTCHA service is required which is subject to the Google Privacy Policy and Terms of Use.

I agree to these terms.