E SE FOSSE VOCÊ A VÍTIMA DA AGRESSÃO, O QUE FARIA?

Com a pandemia, os estados brasileiros foram, gradativamente, aderindo à quarentena e no período de distanciamento social, o número de feminicídios no Brasil cresceu absurdamente em função das vítimas de violência estarem obrigadas a conviver por ainda mais tempo sob o mesmo teto que seu agressores.

A DEAM | Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher de Varginha, recebeu só no ano de 2020 cerca de 1.000 mulheres vítimas de agressão, porem a violência envolve também os filhos dessas mulheres que muitas vezes chegam à delegacia com fome e sem roupa.

Se você quiser e puder, doe: cestas básicas, roupas, fraldas, brinquedos e nos ajude a romper o ciclo da violência. Parece simples, mas essa atitude é o primeiro passo para que a mulher e seus filhos, se sintam acolhidos.

As doações podem ser entregues na sede do DEAM | Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher, localizado à Praça João Gonzaga, 79, centro em Varginha|MG.

A violência contra a mulher é passível de prevenção e necessita ser enfrentada. Conto com a sua ajuda!

Deixe uma resposta

For security, use of Google's reCAPTCHA service is required which is subject to the Google Privacy Policy and Terms of Use.

I agree to these terms.